Parceiros

Formas de Pagamento

Atualmente a cana-de-açúcar é paga através do Sistema Consecana, um sistema inovador desenvolvido pela UNICA (representante das usinas), juntamente com a ORPLANA (representante dos fornecedores). Este sistema não leva em conta somente a quantidade de cana (tonelada cana-de-açúcar por hectare), mas, também, a qualidade da cana (doçura da cana), ou seja, o pagamento é balizado levando em consideração as toneladas de cana-de-açúcar produzidas junto com os quilos de ATR (Açúcar Total Recuperado) presentes nas toneladas de cana-de-açúcar.

As toneladas são medidas pelas nossas balanças, aferidas por órgãos regulamentadores e inspecionadas por um representante da Associação dos Fornecedores de Cana no ato da entrada do caminhão de transporte, onde esses dados são coletados por um sistema especialmente desenvolvido para esta finalidade. Após este processo, as informações são armazenadas em nosso banco de dados para que, futuramente, seja realizado o pagamento.

Ao passar pela balança, é retirada uma amostra representativa de cana-de-açúcar para que seja avaliada a quantidade de Kg de ATR, além de outras informações que caracterizam a qualidade da matéria prima presente naquela amostra, como por exemplo, impureza vegetal e mineral. Para a valorização do Kg de ATR, o Sistema Consecana levanta todo o faturamento de açúcar e álcool (de todos os tipos de produtos e comercialização, seja para o mercado interno quanto externo) no mês em exercício e, através de cálculos pré-definidos, consegue chegar ao valor do kg de ATR, que é publicado todo mês da safra pelo Circular Consecana.

Com isso o produtor já consegue valorizar sua cana, através de uma simples multiplicação entre o valor do kg de ATR publicado pela circular Consecana do mês que entregou cana com os Kgs de ATR que sua cana produziu.

Para os contratos de parceria, os tipos de pagamentos mais utilizados são os denominados de parceria fixa e parceria percentual.

São denominados contratos de parceria fixa, aqueles contratos onde o parceiro tem direito a uma quantidade fixa de toneladas de cana-de-açúcar por alqueire/ano, onde, na data acordada do pagamento, será determinado o valor da tonelada de cana-de-açúcar pelo preço do Kg de ATR daquele mês, publicada pelo Circular Consecana.

Já nos contratos de parceria percentual, o parceiro tem direito a uma porcentagem da cana-de-açúcar produzida, calculando também sua bonificação pelo Sistema Consecana.

Para mais informações sobre o Sistema Consecana, acesse o link a seguir: Site Unica

Um ponto que devemos ressaltar, é que cada usina, por conta de seu mix de produção, tem sua cana valorizada diferentemente, ou seja, se a usina para a qual você fornece cana elabora produtos de valor agregado, o Fornecedor de Cana ou Parceiro Agrícola também receberá por isso.

Vale ressaltar que a Usina São João possui condições especiais para novos parceiros e fornecedores provenientes de outras culturas.

Venha ser nosso parceiro ou fornecedor – ACESSE O LINK CONTATO PARA VER QUAL A OPÇÃO QUE MELHOR IRÁ ATENDÊ-LO.