Grupo USJ

Margem Verde é prioridade para colaboradores

O projeto Margem Verde do Grupo USJ plantou, desde 1999, um milhão de mudas nas regiões de Araras (SP) e Quirinópolis (GO), onde a empresa tem unidades. O projeto, que possui 50 colaboradores, busca o reflorestamento da região com o plantio e a manutenção de áreas verdes nas margens das nascentes e dos rios. O Margem Verde é cultivado e admirado por todos que trabalham na empresa. “Estas árvores não mudaram apenas a paisagem à nossa volta, mudaram também nossas vidas”, afirma o diretor do Grupo, Ricardo Ometto.

Em Araras (SP), já foram plantadas 740 mil mudas e a meta é que até 2015, o Grupo já tenha plantado um milhão de árvores de espécies nativas, sendo algumas em extinção. O tema é tratado como prioridade por toda a equipe. Os 400 hectares reflorestados pelo Grupo USJ no município tornaram possíveis o retorno de animais em extinção e a melhoria dos recursos hídricos da região.

De acordo com Ricardo, o viveiro de mudas contabiliza 80 espécies nativas, entre elas o Ipê Verde, Ipê Amarelo, Aroeira, Pau-Brasil, Jequitibá Branco, Sapucaia e Unha de Vaca. As mudas são plantadas nas margens da estrada e das dez nascentes próximas a Araras. “Também repassamos algumas mudas a outros municípios e projetos que estão fazendo reflorestamento”, explica Ricardo.

Em Goiás, o projeto foi trazido pelo Grupo junto com a implantação da Usina S. Francisco e já possui 150 mil mudas plantadas. A meta também é chegar a um milhão de árvores plantadas até 2015. As mudas do viveiro em Quirinópolis são típicas do Cerrado goiano, Ipê, Baú, Curriola, Barriguda, Sucupira e muitas plantas frutíferas, como Goiaba, Jambolão e Ingá. A área reflorestada chega a 200 hectares, entre as cidades de Quirinópolis, Goverlândia e Inaciolândia. O viveiro é aberto à visitação de alunos da cidade.